Category: Bem estar

Como a Ansiedade pode afetar nossa saúde!

A Ansiedade, de uma forma geral, é algo que faz parte da natureza humana, como o medo; são mecanismos emocionais de prevenção e defesa desde os primórdios e hoje mesmo, diante das ameaças e das situações de estresse, que são muitas.

Ou seja, é normal que as pessoas vivam situações de ansiedade com alguma frequência – uma pessoa desempregada, por exemplo, pode viver a ansiedade a cada entrevista de emprego que surgir.

Quando a Ansiedade se tornar um grande mal

A grande questão é quando a pessoa começar a desenvolver um estado de ansiedade que se manifesta em todos os momentos, até para as coisas mais simples – sair de casa para uma festa gera uma crise de Ansiedade.

Neste momento, temos um problema, e grave, que podemos chamar de Transtorno de Ansiedade. Até coisas imaginárias, como uma ameaça que não existe, são motivos para que a pessoa tenha crises.

E tudo isso impacta gravemente no organismo. Podemos dizer que a Ansiedade é o maior de todos os males psicológicos, porque costuma ser o deflagrador dos demais, como a Depressão.

Vamos falar um pouco de como a Ansiedade pode afetar nossa saúde.

Os muitos e graves efeitos da Ansiedade na saúde

Cefaleia

Uma reação natural da ansiedade saudável é a contração de artérias e veias para levar mais sangue aos músculos, como uma defesa à uma situação de perigo.

Porém, no Transtorno de Ansiedade, esta circulação é muito maior, o que provoca a vasoconstrição, e isso leva às fortes dores de cabeça.

Dor mandibular e Bruxismo

Algumas partes do corpo concentram mais ansiedade que outras: os ombros, as costas, o pescoço e a mandíbula.

Nas dores mandibulares, em casos extremos, pode surgir o Bruxismo, que é o forte ranger de dentes durante o sono, que podemos notar quando sentimos dores fortes na mandíbula de manhã cedo.

É um distúrbio que pode afetar seriamente a estabilidade da dentição e que deve ser visto com urgência.

Problemas cardiovasculares

Os sintomas clássicos do Transtorno de Ansiedade – isolamento social, tristeza, má qualidade do sono e outros – potencializam as principais causas das doenças cardiovasculares – pressão elevada, colesterol alto, diabetes, tabagismo.

Por esse motivo, é essencial diagnosticar o Transtorno de Ansiedade rapidamente para evitar que a saúde seja impactada por problemas orgânicos muito graves. Esse é um quadro que explica por que a Ansiedade causa taquicardia por exemplo.

Desrealização

Este efeito do Transtorno de Ansiedade em nosso corpo é tão estranho quanto perigoso: a pessoa tem a sensação de não pertencimento ao mundo que a rodeia.

Na verdade, a sensação é física e não emocional, parece que vemos o mundo como espectador dele, como em um filme. Este distúrbio deve ser visto com urgência com um médico, caso seja frequente.

Grandes distúrbios psicológicos

A Ansiedade pode ser o agente deflagrador de uma série de distúrbios psicológicos tão ou mais graves:

  • Síndrome do Pânico
  • Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC)
  • Depressão

Desdobramento do Transtorno de Ansiedade

O Transtorno de Ansiedade pode desenvolver estágios dentro da própria doença que vão piorando progressivamente o estado geral do organismo e aumentando as possibilidades de contrair as outras doenças.

  • Fobia: aqui encaixam-se todos os tipos de medos exacerbados, como a claustrofobia, a aracnofobia e a agorafobia, entre tantas outras;
  • Fobia Social: o medo irracional de estar em lugares públicos de todos os tipos;
  • Ataque de Pânico: surtos em que a pessoa sente que vai morrer sem haver um motivo concreto, com curta duração mas riscos iminentes de acidentes.

 

Vontade de ter um bichinho? Veja antes o trabalho que ele pode gerar!

Os animais de estimação se popularizam cada vez mais nos lares do mundo todo.

No Brasil não seria diferente, o número de bichos em casa – cães de gatos na sua grande maioria – vem crescendo a ponto de sermos, segundo dados de 2017, o quarto maior país do mundo em população animal doméstica.

Em 2015 eram 53 milhões de cachorros e 22 milhões de gatos e certamente hoje em dia o número é bem maior. Isso se deve, principalmente, à conscientização que as pessoas passaram a ter sobre a importância de conviver com uma espécie animal e também de adotar um bichinho que, muitas vezes, está ou será abandonado.

Esta mudança cultural profunda também trouxe à tona a importância de que eles sejam muito bem cuidados, como filhos que realmente são!

E como filhos, eles exigem muitos cuidados, que não podem ser negligenciados. Vamos falar um pouco da importância dos animais de estimação na nossa vida e de como devemos cuidar deles.

Não presenteie com bichinho de estimação!

Um animal de estimação não é um presente. Isso pressupõe que a pessoa vai gostar e não vai poder trocar se não gostar. Para uma relação profunda com o animal, convide a pessoa para juntos conhecerem os lugares, escolher e pensar juntos na criação dele.

Não compre, adote!

Milhões de animais estão em abrigos e lares temporárias pela adoção. Você poderá salvar a vida de um animalzinho. E lembre-se: a maioria dos lugares para buscar um animal adotado não é bonita.

São lugares simples que tentam dar conforto para muitos bichinhos e quase sempre com grandes dificuldades financeiras. Portanto, não veja esses lugares de uma forma ruim; eles estão salvando até aqui o animal que você vai adotar!

Adotando, você também desincentiva o comércio de animais, muitas vezes feito em condições deploráveis, apenas para reprodução e venda dos filhotes.

Bicho de estimação é uma relação com data de validade!

Esta é uma dica especialmente para o convívio com crianças: os bichinhos tem vidas curtas, e infelizmente alguns apresentam doenças inesperadas na fase adulta. É importante preparar emocionalmente a criança para a perda – e pode ser um excelente aprendizado para ela.

Bicho de estimação não é um passatempo!

Outra dica para quem tem crianças. Animais não devem ser vistos como formas de diversão – além claro, do quanto que é divertido interagir com eles e respeitando a condição e os limites deles.

Existem outros meios de passar o tempo, como os jogos online, praticar um esporte ou fazer um curso. Um bichinho merece a condição de um ser independente, que tem as suas vontades e preferências.

Bichos e crianças: uma relação rica e que inspira cuidados!

Bichinhos e crianças juntos sempre rendem as melhores histórias e vídeos da internet, não é mesmo? Porém, são espécies diferentes e precisam ser cuidados nessa relação.

As crianças ficam muito empolgadas com as possibilidades de se interagir e se divertir com os animais, o que é saudável para os dois lados – ambos têm bastante energia para consumir!

Os pequeninos tendem a ver os bichinhos como brinquedos – algumas raças são menores que seus bichos de pelúcia – o que pode levar a situações de estresse e perigo para o animal e para a criança, que ainda não entende ou imagina as reações do bicho.

Cuidar de um animal de estimação é um grande aprendizado para a vida!

É essencial que os pais introduzam o bichinho como um novo ser vivo integrante da família, que terá as suas necessidades biológicas e emocionais próprias e que todos devem satisfaze-las.

Nesse ponto, as crianças devem ajudar os adultos a cuidar do animal, o que pode ser uma grande lição de responsabilidade para elas. Porém, nunca devem ser as responsáveis em si, devem agir conforme as orientações.

 

Dietas de sopas realmente funcionam?

Na nossa eterna luta com os quilos a mais, que tanto nos incomodam após as festas de fim de ano e naquele momento de ir para a praia ou a piscina, diversas alternativas vão surgindo, apostando em soluções rápidas e animando milhões de mulheres.

Todo momento ouvimos a dieta restritiva de algum elemento – e sabemos bem que uma alimentação saudável e equilibrada depende de consumirmos todos os nutrientes, em quantidades seguras.

Nosso organismo depende desta construção: dietas restritivas de carboidratos, de proteínas e até mesmo de gorduras podem gerar efeitos colaterais graves.

Ou seja, não existe solução mágica. Algumas soluções oferecem posturas parciais, como as dietas de sopas e sucos.

Como substituição dos jantares, elas podem ter vantagens. Será que têm a eficiência que nós imaginamos? Substituir o jantar por sopas e sucos realmente funciona?

Como funciona a Dieta de Sopas?

Basicamente, é a substituição dos almoços e dos jantares por sopas, tanto as feitas em casa (de preferência) quanto as compradas. O prazo da dieta é de 7 dias.

Além das sopas, é permitido consumir frutas e diversos líquidos, como café, sucos naturais e chás.

Quais as vantagens da Dieta de Sopas?

Os defensores desta dieta afirmam que ela é um método de perda de peso de uma forma nutritiva que:

  • Combate o colesterol ruim;
  • Acelera o metabolismo, promovendo a queima maior de calorias;
  • Melhora o funcionamento do intestino;
  • Promove o aumento da saciedade – que ajuda a inferir quantidades menores de alimento.

Com esses benefícios, e sabendo que sopas são realmente um alimento rico em nutrientes, principalmente se forem feitas em casa, podemos dizer que essa dieta não terá efeitos colaterais graves em um espaço tão curto de tempo.

E quais as desvantagens da Dieta de Sopas?

Estudando mais a fundo, podemos encontrar efeitos indesejados grandes quando adotamos esta dieta, mesmo por um prazo tão curto.

Baixo valor calórico

Esta dieta tem poucas calorias, o que representa um risco para o funcionamento do organismo para as atividades diárias, com a pouca energia que é gerada.

E quando o organismo sente que está ingerindo pouca caloria, ele começa a roubar energia de partes do corpo de onde ele consegue pegar para alimentar as células de órgãos e tecidos.

Você elimina mais água e músculos

Existirá um gasto básico de gorduras, mas o organismo, precisando transformar calorias em energia e sentindo que o consumo de calorias caiu bastante, vai buscar onde é mais fácil: na massa magra, nos músculos.

A gordura mais espessa – a que mais desejamos eliminar – continuará intacta, porque somente os exercícios físicos conseguem derrete-la. Por outro lado, você não terá energia suficiente por causa da dieta para se exercitar. Esse é o ciclo: perda de água, músculos e alguma gordura. E falta de energia.

É uma dieta pobre em nutrientes essenciais

A dieta demoniza os carboidratos e proteínas, mas eles juntamente com as vitaminas, minerais e alguns tipos de gordura, compõem a alimentação realmente saudável.

O consumo de todos esses elementos, sem exagero, provocam o funcionamento de todos os processos orgânicos, além de garantir cabelos, olhos e pele saudáveis. Além disso, você pode combinar com um suplemento natural de apoio como o seca barriga que auxilia na perda de peso.

Cuidado com as sopas industrializadas!

Essas sopas tem alto índice de sódio, que em grandes quantidades no corpo promove o aumento da pressão arterial e favorece a retenção de líquidos – que é uma das causas da barriga volumosa que podemos ter!

 

Confira os esportes que mais queimam calorias!

Fazer um esporte tem inúmeros efeito benéficos para o corpo e a mente:

  • Melhorar o condicionamento físico no dia a dia.
  • Ajudar a prevenir doenças.
  • Aumentar a autoestima.
  • Aumentar a confiança.
  • Dar a satisfação plena de dominar uma técnica.

Notou a falta de alguma na lista? Sim, tem a famosa queima de calorias. Certamente é um efeito importantíssimo sobre todos os itens acima, e nem sempre é tão simples de alcançar como parece.

Porque as atividades tem perdas diferentes e estas dependerão do tempo e da intensidade da prática em cada sessão (treino diário).

Então, quais os esportes que mais queimam calorias? Separei aqui os que sempre estão no topo das listas de especialistas e médicos.

01 – Pra queimar calorias: corrida

Sim, a boa e velha corrida ainda é o esporte que mais queima calorias, quando tomamos por base o período de uma hora. Com a velocidade de 9km/h é possível queimar 1000 calorias.

É um belo número, mas você viu a condição: correr por uma hora. Poucos conseguem, mas se você conseguir parte do tempo com a mesma velocidade, já sabe que o ganho será muito bom!

Só tenha muito cuidado com as articulações, porque elas são muito impactadas. O ideal é consultar um ortopedista antes para checar as suas possibilidades.

02 – Pra queimar calorias: ciclismo

Com a velocidade de 25km/h em uma hora, você pode queimar 1000 calorias.

O ciclismo não impacta nas articulações e é um esporte muito saudável para a mente também, locomovendo-se pela cidade. Só tenha cuidado com o trajeto: insegurança e desníveis e buracos podem prejudicar o seu exercício.

03 – Pra queimar calorias: squash

Vamos combinar: só de olhar uma partida de squash, a gente deveria perder calorias, não é mesmo?

Mas praticando – que é onde queima mesmo – você perde 900 calorias em uma hora de atividade. Jogando em individuais, dificilmente chegamos a uma hora, mas em duplas dá pra chegar bem perto desta perda.

Muitas academias atualmente têm espaço de squash, se a academia perto da sua casa tiver, vale muito a pena praticar. Além de perder muita caloria, dá um condicionamento físico incrível e melhora a agilidade.

04 – Pra queimar calorias: boxe

Não é um esporte muito praticado por mulheres, mas eu recomendo fortemente tentar. Você pode perder até 700 calorias em uma hora de treino.

Mas o boxe, além de ajudar muito na queima de calorias, atua bastante no emocional, liberando tensões e ansiedade e reduzindo o estresse. Portanto, o boxe beneficia nossa saúde física e também a emocional.

05 – Pra queimar calorias: natação

Considero um dos esportes mais completos em benefícios para a saúde, podemos perder até 1100 calorias em uma hora de natação!

Assim como na corrida, dificilmente treinaremos uma hora direto para atingir tanta perda, mas saber que a natação permite tanto é um bom incentivo para treinar em períodos menores, sabendo que vai queimar bastante.

Além de não atingir as articulações e ser de baixo impacto, a natação ajuda a desenvolver diversos grupos musculares das costas, ombros e braços, além de fortalecer as articulações.

06 – Pra queimar calorias: pular corda

Sim, deixamos por último o mais simples e caseiro dos esportes. Se você sempre olhou com desconfiança, saiba que pode perder 900 calorias em uma hora de pulação!

Claro que não é pular corda como a gente fazia quando era adolescente. Deve existir um ritmo e uma constância e seus ganhos poderão ser próximos das 900 calorias. E dificilmente conseguiremos pular por uma hora, você pode criar sets de 5 minutos.

Mas de qualquer forma, é um exercício saudável, divertido e pode ser feito com as amigas em qualquer espaço.

Bom motivo para juntar todas e depois comemorar… comendo um sorvete.

Gosta de malhar ? praticar atividades físicas ? então combine conforto e moda com moda fitness feminina.

 

 

 

 

 

 

Conheça os sinais de quando o corpo está com falta de vitaminas!

Vida estressante, cheia de compromissos, responsabilidades, problemas e desafios.

Uma alimentação raramente adequada por causa da correria dos horários e de um trabalho que não para um minuto.

Pouco exercício físico, muito desgaste emocional e mental.

Essas são as grandes armadilhas que a vida moderna monta para que a nossa saúde fique totalmente comprometida. E muitas vezes não damos conta de que muitas atitudes, alguns pequenas e diárias, vão criando as condições ideais para doenças.

A boa notícia é que nosso corpo sempre sinaliza quando estamos precisando parar e reavaliar o que está errado e tomar as decisões.

Nosso corpo é uma bela máquina sempre pronta a reagir a tudo. Mas a maioria das vezes ela avisa primeiro.

Conheça os sinais de quando o corpo está com falta de vitaminas!

Mas uma recomendação é muito importante: sempre procure o seu médico quando os sintomas persistirem depois de buscar ajuda com a alimentação ou suplementos nutricionais por um curto período, especialmente os sintomas que possam se relacionar com doenças graves e/ou crônicas.

1 – Unhas imperfeitas

Observe suas unhas regularmente. Se elas se apresentarem quebradiças, com manchas brancas e listras verticais, é sinal de que o seu organismo não está partindo os alimentos adequadamente para a absorção de nutrientes.

2 – Fadiga

Observe o nível de cansaço que você sente, se é esporádico com algum motivo aparente ou se é recorrente e mais profundo do que o normal.

Você pode estar com deficiência de potássio ou vitamina D. Caso você sinta falta de apetite, fraqueza e náuseas, pode ser deficiente de magnésio.

3 – Cabelos quebradiços

Este sintoma pode estar ligado ao baixo nível de ferro ou vitamina B e também estar atrelado à anemia, que também é ocasionada pela carência destes nutrientes.

4 – Cãibras

Se você não é atleta e sente as terríveis cãibras, então seu organismo está carente de cálcio e potássio. A famosa receita de consumir 1 banana ao acordar costuma dar certo, pois ela é uma grande fonte de potássio, além de outros alimentos.

5 – Queda de cabelo

Certamente o uso de produtos químicos é das maiores causas da queda de cabelo de forma acentuada. Mas também pode ser causada por deficiência de vitamina B8 e biotina, que estão presentes em diversos alimentos, com a banana e o abacate.

6 – Formigamentos

Podem ser causados por falta de vitamina do complexo B, especialmente B6 e B12. Mas é importante ressaltar que os formigamentos também podem ser sintomas de uma série de doenças, entre elas a anemia e os distúrbios hormonais.

7 – Gripes constantes

Ficar gripado várias vezes em um ano é um sinal claro de que o sistema imunológico está debilitado. Existe deficiência de vitamina C e você pode suprir através da alimentação com laranja, brócolis, pimentão e diversos outros alimentos.

8 – Aftas

Essas incômodas feridas que surgem na boca e tiram o humor de todas nós pode ser causada por deficiência de vitamina B12 que achamos em leite, ovos e carne vermelha. Mas não podemos descartar que elas podem ser sintomas de problemas estomacais, ansiedade e estresse.

9 – Hematomas

Se surgem hematomas em seu corpo sem uma causa aparente, você pode estar com deficiência de vitamina C. Esta vitamina fabrica o colágeno em nosso organismo, que pode sua vez fortalece os vasos sanguíneos, evitando os hematomas.

10 – Couro cabeludo escamoso

Aquilo que costumamos chamar de casquinhas pode ser sintoma de deficiência de ácidos graxos como o Ômega 3. Esta gordura insaturada é responsável pela lubrificação do organismo internamente, e a sua ausência provoca o ressecamento do couro cabeludo.

 

Nem sempre podemos investir na alimentação como gostaríamos. Nestes caos, é importante consumir suplementos e vitaminas de empresas confiáveis como a Nutriwave.